Por que é importante aprender empreendedorismo na escola?

Share on facebook
Share on pinterest
Share on twitter

Aprender empreendedorismo na escola pode auxiliar no desenvolvimento dos alunos, focando também na vida profissional. Veja por que este estudo é tão importante!

Quem busca educação de alta qualidade para os filhos, precisa acompanhar as tendências de ensino — o que inclui novas metodologias e disciplinas que podem ser ensinadas no colégio. Assim, uma questão que ganhou destaque nos últimos anos é o ensino de empreendedorismo na escola.

O tema tem bastante relevância na formação intelectual dos alunos e no desenvolvimento de habilidades que serão essenciais na vida adulta. Com isso, escolas focadas em metodologias inovadoras estão adotando a inserção dessa disciplina para os alunos — o que também se alinha ao Novo Ensino Médio.

Mas por que é tão relevante aprender empreendedorismo na escola? Se você tem essa dúvida, continue conosco para entender de que se trata essa disciplina, as vantagens que ela proporciona e como o tema é abordado nas instituições. Confira!

O que significa empreendedorismo?

Antes de tudo, vale reforçar o conceito de empreendedorismo. Você sabe o que ele significa? Apesar de ser comum no vocabulário, é normal que surjam dúvidas sobre o assunto. Na verdade, o termo se refere ao ato de empreender, ou seja, colocar em prática ou executar um projeto visando trazer novas soluções ou resolver problemas. 

Por isso, ele também tem relação com conceitos como inovação, tecnologia, criatividade e visão estratégica. É certo que o empreendedorismo é bastante conhecido no mundo dos negócios, especialmente por ter um papel essencial na economia — envolvendo comércios e indústrias. 

Porém, ele envolve habilidades diversas, que também são interessantes no processo de aprendizado e evolução pessoal. Logo, o aprendizado na fase escolar, desde os primeiros anos da criança, pode colaborar com o seu desenvolvimento.

Por que a disciplina é tão importante?

Ao pensar nas matérias que devem ser ensinadas na escola, é comum ter foco apenas em disciplinas tradicionais, como português, matemática e geografia. Porém, é preciso considerar as mudanças no mercado de trabalho e na própria sociedade para considerar os aprendizados que são relevantes no colégio.

Certamente, as matérias tradicionais continuam extremamente relevantes. No entanto, existem outras disciplinas que podem ser enriquecedoras no desenvolvimento humano, considerando o aprimoramento de competências que serão importantes para que as crianças cresçam empoderadas e com maior capacidade de conquistar os objetivos traçados na vida adulta.

Também não podemos esquecer o papel da vida profissional e do sucesso da carreira nas conquistas pessoais, não é? Assim, ao ensinar empreendedorismo, a escola amplia o seu papel, formando cidadãos mais preparados para fazer a diferença no mundo e ter maiores chances de realizar os seus sonhos. 

Quais são os benefícios do empreendedorismo na escola?

O empreendedorismo na escola colabora com a formação das crianças e adolescentes, trazendo uma visão que permite focar na busca por soluções em uma postura mais proativa e inovadora. Para entender melhor por que vale a pena contar com uma instituição que tenha a matéria no currículo, veja as vantagens que o seu filho aproveitará com esse aprendizado:

Desenvolvimento da independência

Um dos grandes benefícios do ensino de empreendedorismo é que ela ajuda a trazer mais independência para os alunos. Isso porque a disciplina busca desenvolver maior familiaridade com situações-problema e a necessidade de criar soluções.

Com isso, a tendência é que o estudante consiga aprimorar suas habilidades em relação à tomada de decisão. Portanto, a tendência é que ele tenha mais maturidade e tranquilidade para fazer as próprias escolhas, permitindo que ele se torne mais independente. 

Identificação de habilidades

O autoconhecimento é um processo importante que, muitas vezes, não é corretamente explorado na infância e na adolescência. Como resultado, é possível que os alunos não conheçam suas próprias habilidades e competências.

Nesse sentido, o ensino de empreendedorismo ajuda o estudante a identificar quais são os seus pontos fortes e afinidades. Ao mesmo tempo, ele pode identificar pontos de melhoria, buscando meios de aprimorar as suas capacidades. 

Aumento da responsabilidade

O desenvolvimento do senso de responsabilidade é um fator fundamental para os alunos, pois se relaciona com o cumprimento das atividades necessárias, a dedicação aos estudos e a otimização de diferentes habilidades.

Ao lidar com a criação e execução de projetos, além de temáticas relacionadas ao empreendedorismo, é possível estimular a responsabilidade. Isso porque ele terá que lidar com prazos e assumir tarefas que, se não cumpridas, podem prejudicar toda a equipe, se for o caso. Isso também colabora com o processo de amadurecimento do estudante. 

Desenvolvimento de liderança

Outro benefício é o desenvolvimento do senso de liderança. Esse tipo de habilidade tem se destacado no mercado, então pode ser o diferencial no sucesso da carreira na vida adulta. Nesse caso, é comum que as atividades contem com um líder no grupo, ajudando o aluno a entender como conduzir um time para ter sucesso no projeto.

Habilidades como saber ouvir, incentivar e motivar os colegas, por exemplo, podem ser aprimoradas durante as aulas. Ao mesmo tempo, é possível ter mais facilidade em apresentar e defender ideias, lidar com reuniões e tomar decisões que pensem em todo o coletivo. Como complemento, é comum que os estudantes também conquistem maior autoconfiança e uma visão de maior comprometimento com a sociedade. 

Como o empreendedorismo é abordado nas instituições de ensino?

Outra dúvida comum quando se fala do ensino de empreendedorismo é a forma como ele é abordado. Em geral, é ensinado por meio de metodologias ativas, trazendo o estudante para o centro do processo de aprendizagem. Porém, pode ter diferentes abordagens, por exemplo:

  • em uma disciplina específica sobre o tema;
  • em conjunto com outras matérias;
  • por meio de projetos diferenciados na grade curricular.

Aqui, vale trazer destaque para projetos como o Fab Lab, ou Fabrication Laboratory, e os laboratórios de robótica. Eles colocam o estudante atuando no desenvolvimento e execução de projetos específicos, contando com o suporte da tecnologia enquanto integra diferentes aprendizados. 

As aulas ainda podem trazer estudos de caso e repassar trabalhos em equipe voltados ao empreendedorismo e às competências relacionadas. Para saber mais, vale consultar a proposta pedagógica da instituição. Assim, você saberá todos os detalhes sobre como será o ensino do seu filho.

Viu como o ensino de empreendedorismo na escola pode colaborar com o desenvolvimento das crianças e adolescentes? Por isso, ao pesquisar a instituição ideal para matricular o seu filho, vale considerar todos os detalhes sobre a grade curricular e a proposta pedagógica para garantir excelência no aprendizado.

Quer saber mais sobre essa possibilidade? Acesse o nosso site e confira todos os detalhes da proposta pedagógica do Colégio Bertoni!